Pages

segunda-feira, 4 de março de 2013

Desapegando


Estou diminuindo... Os vínculos, os dramas, a saudade, a consideração e as más companhias. Estou vivendo mais comigo mesma e percebendo o bem que me faço. Estou cortando os laços que me apertam. Decidi me desfazer de tudo o que não é meu e que por tanto querer que fosse, acreditei ser. Escolhi me libertar do sentimento que me aprisionava, do medo que me deixava parada. Percebi a minha necessidade de me desapegar de lembranças, de crenças equivocadas e de ilusões perdidas. Decidi me desapegar de mágoas também. Deixam-me presa em um passado que já não é meu. Não no presente. Diminuí os contatos com as pessoas que não me fazem bem, com os que me enganam. Reduzi a quantidade de sorrisos distribuídos. Só sorrio para quem me faz feliz. Sorte a minha perceber isso logo. Sorte minha cortar vínculos com quem não me merece. Sorte nossa estar longe agora de todos que nos querem mal. Desapegar do que não te faz feliz, não devia ser tão difícil, já não há por que viver cercado de fogo quando não queres conviver com fumaça.


Nenhum comentário:

Postar um comentário